Minha Primeira Mostra: Claudia Pimenta e Patricia Franco

Quem não adora uma boa história? No Morar Mais por menos, contamos várias: todos os anos, cada espaço construído apresenta um novo enredo, criado para contextualizar o ambiente, durante os 40 dias do evento. Outras histórias, no entanto, acontecem na vida real – são carreiras que iniciam ou se desenvolvem dentro do Morar Mais, alcançando sucesso e renome no mercado de arquitetura e decoração.

Dando sequência à nossa série sobre arquitetos e designers de interiores que lançaram suas carreiras proeminentes no Morar Mais Rio, conversamos hoje com a arquiteta Claudia Pimenta e a designer de interiores Patricia Franco, sócias há mais de 10 anos no escritório Arquitetura e Interior.

A dupla já trilhava seu caminho profissional quando decidiram ampliar o alcance de seu trabalho e despertar o interesse da mídia, participando da mostra de decoração. “Começamos produzindo o Banheiro da Moça – um espaço bem pequeno, mas que fizemos com muito zelo e com muito carinho”, conta Claudia.

Banho da Moça | Gustavo Pimenta, Claudia Pimenta e Patricia Franco

O segundo ambiente assinado pela dupla no Morar Mais foi uma biblioteca voltada para crianças. “O projeto foi muito legal e bastante reconhecido. Foi premiado pelo Morar Mais, em evento realizado na Feira de Milão, e recebemos diversos testemunhos positivos sobre o espaço” relembra a arquiteta.

Biblioteca | | Gustavo Pimenta, Claudia Pimenta e Patricia Franco

Segundo Patricia, a cada participação no evento, elas avançavam para novos desafios: “na nossa última participação, recebemos o presente de fazer o Espaço Noiva, fechando com chave de ouro” conta a designer de interiores.

Espaço Noiva | | Gustavo Pimenta, Claudia Pimenta e Patricia Franco

Para a dupla, desde a primeira mostra da qual participaram, todos os projetos foram desafiadores, mas muito gratificantes: “O conceito do Morar Mais é bacana porque atrai a atenção das pessoas para uma decoração acessível. Apesar dessa proposta, a gente nunca tratou nosso projeto como algo com menos valor, pelo contrário, queria mostrar que é possível fazer um bom projeto com alternativas criativas e econômicas. A tônica dos nossos projetos no Morar Mais foi sempre propor o melhor para o cliente”, afirma Patricia, completando:

“Vejo o Morar Mais como uma porta de entrada, um desafio que deve ser encarado muito à sério. É o seu nome profissional que está ali. É uma vitrine e uma oportunidade muito bacana para fazer novos contatos e parcerias que são importantes na vida profissional. O Morar Mais propõe esse relacionamento com novos parceiros e proporciona o dia a dia com o cliente. Quando você está participando da mostra e fica no seu espaço, você tem o feedback direto de quem está visitando, é uma grande ferramenta de relacionamento”, finaliza a designer de interiores.

Siga-nos no Instagram: @morarmaispormenos