Viciados em design

As crianças hoje em dia andam tão espertas!  E se os pequenos já não são mais como antes, os projetos dos espaços infantis também mudaram. Para acompanhar esta geração que já nasce sabendo das coisas é bom ficar atento. Aqui vamos dar algumas dicas para produzir ambientes descolados e criativos que a galerinha vai adorar.

Espaços lúdicos
Para estimular a criatividade e independência dos pequenos, a acessibilidade é muito importante. Para que as crianças possam usar sozinhas os banquinhos e bancada, elem devem ter alturas adequadas aos donos do pedaço. A utilização de diversos materiais e móveis com formas diferentes enriquecem a experIência sensorial. Pense no ambiente de forma não convencional, aproveitando não só as paredes, como o teto e piso. A briquedoteca abaixo serve também de inspiração para a montagem de festa. A criançada pode se espalhar e curtir brincando e até tirando uma soneca nas almofadas jogadas sobre o revestimento fofinho.
Acima: Morar Mais Belo Horizonte, Brinquedoteca, Eduarda Coelho
Abaixo: Morar Mais Goiânia, Brinquedoteca, Amanda Peu, Luísa Azevedo, Rozane Lira e Sheila Araújo

Aposte nos neutros
A cartela de cores para os quartos infantis, não obedecem mais as orientações de gênero. Meninos e meninas não ficam apenas com o azul e o rosa. E as cores primárias também ganharam nuances menos óbvias. Por exemplo: o amarelo fica cítrico, o rosa vira malva e, o que é mais importante, não precisa ser tudo combinadinho. É aí que entram os cinzas, crus e as madeiras naturais. Eles são perfeitos para “dar liga” nas cores, servindo de base para as misturas de tons e estampas. Você reparou que móveis pintados, entram super-bem com outros com acabamento em madeira? O melhor de tudo é que, como a decoração não é “bobinha”, os espaços vão acompanhar o crescimento das crianças.
Abaixo:
Morar Mais Goiânia, Quarto Montessoriano, Lara M. Alves e Tatiane Maia
Morar Mais Rio de Janeiro, Quarto da menina, Ana Paula Sarmento
Morar Mais Rio de Janeiro, Quarto do bebê seguro, Roselisa Quaresma Monteiro



Abaixo: Morar Mais Belo Horizonte, Quarto dos irmãos, Vanessa Resende

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *